F My stage: Uma carta à melhor amiga

17 de agosto de 2010

Uma carta à melhor amiga

Já viste quão depressa o tempo passa? Ainda ontem éramos apenas umas miúdas, com onze anos acabadas de entrar no 5º ano. Foi nesse ano que tudo começou, que construímos uma amizade, que partilhamos sonhos, conquistas, os nossos amores e desamores, as nossas tristezas e alegrias. É verdade que os nossos caminhos se separaram, decidimos assim e era para nosso bem, tínhamos de seguir os nossos sonhos, tínhamos de seguir aquilo que acreditávamos, mas sabes o que nos distingue? É que apesar de nos teremos separado, de já não nos vermos diariamente, a verdade é isso nos uniu ainda mais. O tempo que nos juntou, hoje encarregou-se de nos distanciar, mas eu não vou deixar que nos separe, não vou deixar que consiga destruir esta amizade de onze anos. Conheces-me tão bem e eu a ti, vi-te crescer, a tornares-te na pessoa linda que és hoje, a conquistares aquilo que mais queres, mas também te vi chorar, vi-te no chão, vi-te desamparada mas sabes que mais, a minha mão vai estar sempre junto à tua para te apoiar nessas alturas. É assim que as amizades devem ser, não é como hoje em dia em que se troca de melhores amigos como se troca de cuecas, não isso está errado, porque uma amizade demora anos a construir e requer confiança, carinho, dedicação. É verdade que também tivemos momentos menos bons, mas sempre demos a volta por cima.
Hoje tenho orgulho por ter vinte anos e ainda te ter por perto e espero que continue assim por muitos e muitos amos. Quero ver-te no topo do mundo porque sei que o mereces, quero que sejas feliz mas também quero que saibas que quando estiveres triste tens sempre alguém com quem podes contar, comigo.
És a minha irmã, não de sangue, mas isso não interessa, porque no meu coração é que se encontra o sentimento que eu nutro por ti, amor de irmã. 
Obrigada por tudo o que fizeste ao longo destes anos, por um simples gesto, um simples sorriso, por tudo, obrigada.
Não quero que as fotografias que tenho tuas se transformem numas fotografias de uma estranha, quem em tempos chamei de melhor amiga, não. As fotografias que tenho vão sempre representar-te a ti como minha melhor amiga e daqui a uns anos vamo-nos sentar no sofá, a beber um chocolate quente e a olhar para todas as recordações passadas e vamos ver que realmente valeu a pena termos vivido uma amizade assim, que valeu a pena termos passado por tanta coisa, que valeu a pena ter-te conhecido quando tinha onze anos e que valeu a pena (e valerá sempre) ter-te como melhor amiga.

Um amo-te sincero minha irmã 

7 comentários:

Marcus disse...

A-D-O-R-E-I
É um texto muito giro *.* é assim mesmo que devem ser as amizades, porque amizades assim não se encontram todos os dias. Fizeste-me lembrar os meus dois melhores amigos, um deles conheço há 13 anos e outro há 11, temos agora 16 por isso podes ver. Quase que nos conhecemos quando ainda usavamos fraldas :P.
Beijo

- Silvia ♔ disse...

maravilhoso +.+

c'silva disse...

Uma amizade assim merece palmas o:
e durou bastante tempo e que dure bastante. Parabéns. Beijinho (:

Marilena' disse...

lindo (:

- Silvia ♔ disse...

Desafio do meu blog para ti.
Resolve-o (:

Sara Santos disse...

A amizade é das melhores coisas da vida!

Tiago MM. disse...

que saudades de ler os teus textos, minha querida. os sentimentos comandam a vida, e a amizade é sem dúvida um dos melhores .

mil beijinhos ! :)